Como enfrentar os desafios do ministério – Augustus Nicodemus

Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós.
Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados.
Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos;
Trazendo sempre por toda a parte a mortificação do Senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também nos nossos corpos;
E assim nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que a vida de Jesus se manifeste também na nossa carne mortal.
De maneira que em nós opera a morte, mas em vós a vida.
E temos portanto o mesmo espírito de fé, como está escrito: Cri, por isso falei; nós cremos também, por isso também falamos.
Sabendo que o que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também por Jesus, e nos apresentará convosco.
Porque tudo isto é por amor de vós, para que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar a ação de graças para glória de Deus.
Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia.
Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente;
Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.

2 Coríntios 4:7-18 


Porque sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos de Deus um edifício, uma casa não feita por mãos, eterna, nos céus.
E por isso também gememos, desejando ser revestidos da nossa habitação, que é do céu;
Se, todavia, estando vestidos, não formos achados nus.
Porque também nós, os que estamos neste tabernáculo, gememos carregados; não porque queremos ser despidos, mas revestidos, para que o mortal seja absorvido pela vida.
Ora, quem para isto mesmo nos preparou foi Deus, o qual nos deu também o penhor do Espírito.
Por isso estamos sempre de bom ânimo, sabendo que, enquanto estamos no corpo, vivemos ausentes do Senhor
(Porque andamos por fé, e não por vista).
Mas temos confiança e desejamos antes deixar este corpo, para habitar com o Senhor.
Pois que muito desejamos também ser-lhe agradáveis, quer presentes, quer ausentes.
Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal.

2 Coríntios 5:1-10

Vamos orar mais uma vez pedindo a iluminação do nosso Deuspara a compreensão dessa passagem, pai querido agora diante da tua palavra quenós pretendemos expor nós confessamos a nossa inabilidade, incapacidade e nossatotal dependência da obra iluminadora do teu espírito santo , queremos portantoque tu abras os olhos do nosso entendimento para compreendermos a tua palavraque ela seja o meio pelo qual o espírito santo nessa noite nos fortaleça,encoraja e anime, e pensando especialmente no teu servo que hoje à noite recebeesse importante encargo que essa palavra seja aplicado ao seu coração trazendoconforto consolo, orientação e preparação para as lideres pastorais ,nóspedimos em nome de Jesus amém.

 Queridos uma dasrazões pelas quais o apóstolo Paulo escreveu a segunda carta aos Coríntios foipara se defender de algumas acusações que falsos apóstolos que estavam seinfiltrando na igreja de Corinto, que tinha sido fundada pelo apóstolo Paulo,estavam fazendo contra ele. Estes homens tinham como objetivo tomar o controledas igrejas de Corinto minando a autoridade do apóstolo Paulo e um dos métodos  das estratégias que eles usavam era apontar ofato de que o apóstolo Paulo era uma pessoa que havia sido rejeitada pelospróprios judeus, pois  onde Paulo chegavapara pregar o evangelho ele era escorraçado, ele era rejeitado, expulso dassinagogas, quando não apedrejado, às vezes preso chicoteado e não poucas vezescolocados sob sentença de morte.

 O argumento dos seusinimigos é ,como é que esse homem pode ser de Deus ? Se ele é de Deus porque éque o povo de Deus não recebeu a mensagem dele ? E porque é que ele passa portantos sofrimentos? Porque ele passa por tanta angústia? porque Deus tratariaum verdadeiro servo dele dessa forma?

 As pessoas estavamusando os sofrimentos no ministério do apóstolo Paulo como uma prova de que elenão era de Deus, na passagem que nós vamos ler o apóstolo Paulo vai explicarporque é que ele sofre no ministério cristão e o que é que o mantém animado e oque o mantém encorajado a continuar, em que pesem os grandes sofrimentos queele passa.

Tags: | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | | |

Baixe planilha Dízimo Grátis, Totalmente desbloqueada!! Personalize ABAS e VBA.

Baixe planilha Dízimo Grátis, Totalmente desbloqueada!! Personalize ABAS e VBA.

Utilizada em mais de 10.000 Igrejas, Toda desbloqueada pra você personalizar.

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.